Caraguatatuba

Caraguatatuba

b8292acafd72142128a3481ac4b0abff_XL[1]No século XVI surgiu o povoado da Vila de Santo Antônio de Caraguatatuba que se desenvolveu mais fortemente apenas a partir do século XVIII.

Em 27 de setembro de 1770, o povoado foi elevado à condição de vila, o que foi modificado em 1847, quando se tornou freguesia. Dez anos depois a freguesia foi elevada a condição de Vila politicamente emancipada. Seu desenvolvimento econômico foi bastante lento, pois seu comércio era instável. Em 1927, com a construção da Fazenda dos Ingleses, Caraguatatuba passou a se desenvolver, o que posteriormente trouxe ao município várias rodovias que lhe proporcionou desenvolvimento turístico.

No início do século XX, um grupo inglês comprou 4 mil alqueires de terra junto à cidade litorânea e ali montou uma grande operação para a produção de frutas – principalmente banana e grapefruit –, para o mercado inglês. Durante dez anos, entre 1929 e1939, a Fazenda dos Ingleses, como era popularmente conhecida a propriedade, produziu toneladas de frutas, que semanalmente abarrotavam cargueiros da companhia inglesa de navegação Blue Star Line. Do porto de Liverpool, eram distribuídos os cachos de bananas e os cítricos, cuidadosamente embalados em papel azul, para o deleite dos súditos de sua Majestade, o rei George VI.

Hoje, o que um dia foi a Fazenda dos Ingleses é foco de um projeto de expansão da cidade de Caraguatatuba. Ali há a maior área de planície entre todos os municípios da região, o que faz de Caraguatatuba o lugar ideal para receber os novos habitantes que devem chegar com a expansão da atividade econômica por ali. A exploração de gás natural, o petróleo do pré-sal e a expansão do porto de São Sebastião deverão trazer milhares de famílias à região. Caraguatatuba deverá ser o lugar ideal para recebê-las, por sua topografia e seus recursos naturais. Com planejamento urbanístico e ambiental adequados, a região tem tudo para ser um modelo de desenvolvimento sustentado para o Brasil.

Alguns autores, ensinavam que os indígenas Tamoios que viviam no Litoral Norte, assim denominavam CARAGUATATUBA por que a planta bromeliácea CARAGUATÁ, também conhecida por Pita, abundante na região. fazendo surgir “CARAGUATÁ” e “TUBA” que significa grande quantidade. Todavia, conforme o ensinamento de JOÃO MENDES DE ALMEIDA, o nome CARAGUATATUBA é corruptela de CURA-GUAT-ATYBO, que significa ” Enseada de Altos e Baixos”, por ser dita e apresentar enseada em muitos lugares, parcéis e cômoros de areia.

Leia mais nas fontes utilizadas:  http://cidadebrasileira.brasilescola.com / http://www.editoraneotropica.com.br / http://www.explorevale.com.br

Leave a Reply

PortuguêsEnglishEspañol